Notícias

CINTO DE SEGURANÇA NO BANCO DE TRÁS TAMBÉM SALVA VIDAS

Escolha viver. Decida pelo trânsito seguro

O uso correto do cinto de segurança, tanto no banco da frente quanto no banco traseiro é um dos fatores que contribuem, significativamente, para o aumento da probabilidade da preservação da vida em caso de acidentes e também com a redução de lesões físicas nos ocupantes do veículo. Importante ressaltar que é obrigatório o uso deste equipamento de segurança para o condutor e os passageiros do veículo em todas as vias do território nacional, salvo em situações regulamentadas pelo Contran – Conselho Nacional de Trânsito. A desobediência a esta norma configura infração de trânsito prevista no artigo 167 do CTB (natureza grave, cinco pontos e multa, cabendo ainda medida administrativa de retenção do veículo até a colocação do cinto pelo infrator), portanto o motorista tem o dever de cobrar a utilização do cinto de segurança de todos os ocupantes do veículo, fato que não é levado a sério por muitos brasileiros. No site do Denatran, há um comparativo de impactos sofridos em acidentes ocorridos com passageiros que estão nos bancos traseiros e dianteiros dos veículos. O estudo mostra que o impacto pode chegar a 50 vezes o valor do peso de cada ocupante do veículo. Se você “pesa” 50 quilos (ou seja, sua massa é de 50 Kg), em caso de acidente, a força no seu corpo será a multiplicação desta massa pela aceleração do veículo, isto é: Você pode estar com uma massa (“peso”) equivalente a um mamífero de grande porte, como elefantes e mamutes. Assim, eleva a possibilidade de causar a morte ou lesões permanentes nos ocupantes do veículo. Pela vida, escolha o trânsito seguro, pois o cinto de segurança do banco traseiro, salva vidas.

Fonte: Denatran/Icetran – Instituto de Certificação e Estudos de Trânsito e Transporte


Adailton Camargo

Redação - ASCONTRAN